images83LJU0RG
A restauração é uma forma de fazer com que o dente volte a sua forma e função normal. O dentista sugere uma restauração, quando o dente afetado pela cárie não tem dano interno ou seja quando a carie só afetou a estrutura do dente mesmo, ele primeiro remove a parte do dente que esta afetada, limpa toda a área atingida e então preenche a cavidade que foi tratada e limpa com um material de restauração independente de qual material que vai se usar.

Ao fechar os espaços onde as bactérias podem se infiltrar, a restauração também ajuda a prevenir uma deterioração mais tarde e que pode até comprometer o dente inteiro. Os materiais utilizados para as restaurações podem ser ouro, porcelana, uma resina composta (restauração da cor do dente).

Qual o melhor tipo de restauração?
Não existe um tipo ideal para todas os paciente isso dependerá de cada pessoa. O que é melhor para cada um será escolhido pelo tamanho da área a ser restaurada, a possível alergia de alguns materiais usados, por isso sempre e necessário uma avaliação feita por um profissional bem qualificado. O local da boca que precisa ser restaurado será avaliado e assim pode ser diferentes custos.
Ver mais



palavras chave: restauração,dente,restaurada,infiltração,boca,dentista,profissional,resina,cor do dente.
enxerto


Quando o paciente perde um dente, o osso que estava em volta da raiz do dente vai se perdendo gradativamente,este processo é
chamado reabsorção óssea. Em alguns casos que não se tem a quantidade de osso necessário para fixação do implante, é preciso repor o osso que foi perdido ao longo do tempo, através de uma cirurgia para a colocação do enxerto ósseo. Há algumas técnicas cirúrgicas e materiais utilizados no procedimento que irá depender do tamanho e quantidade necessária. Os enxertos poderão serem feitos previamente ou na mesma sessão da realização do implante dentário.


VOU SENTIR ALGUM DESCONFORTO NA OPERAÇÃO?

Não,você não sentirá nada,faremos tudo com anestesia e com muita delicadeza. O paciente estará liberado para trabalhar em 48 horas e caso o paciente queira, o procedimento poder feito com sedação.


ONDE FAZER MEU ENXERTO ÓSSEO E IMPLANTE DENTÁRIO EM GOIÂNIA ?

A NOAC odontologia atua há 39 anos em Goiás e já é referência em todo o país no segmento. Se você precisa de uma avaliação para colocar o seu implante dentário ou fazer seu procedimento de enxerto ósseo em Goiânia, entre em contato e agende uma consulta conosco.



palavras chave: enxerto ósseo,sedação,perder dente,enxerto goiania ,fixação do implante.



images804P761N

O maior ressalto entre os lançamentos no mercado de Odontologia Estética são as lentes de contato dentais. Trata-se de uma inovadora técnica de finas lâminas de porcelana.
A aparência muito natural quase imperceptível  elas não sofrem alterações na cor com o tempo e isso é um item a mais para contribuir para que elas sejam um sucesso!

CUIDADOS E RECOMENDAÇÕES

É importante ter cuidados muito especiais, a durabilidade estimada do produto é de 10 até 15 anos após a aplicações das lentes de contatos, está é uma ótima escolha para quem quer ter um sorriso perfeito,pois as lentes não mudam de cor com o tempo ou seja esta é uma excelente escolha.


Palavras-chaves: faceta de porcelana, coroa de porcelana, lentes de contato dental, dentes brancos, dentes dos artistas, sorriso branco, sorriso dos famosos, dentes perfeitos, sorriso perfeito

 
10929550 719119088185244_2828702753640875401_n

Embora tenha ouvido sobre importância do fio dental, você provavelmente não presta atenção quando o dentista começa a falar sobre isso. Por alguma razão é um hábito dificil de incorporar, provavelmente porque leva tempo, faz bagunça, ou por ser mais uma coisa que você tem que fazer.

Bom, acontece que essa parte de sua rotina diária vale cada segundo. Uma vez que sua escova de dente não consegue alcançar cada canto da sua boca (como entre os dentes), o fio dental é a melhor maneira de remover qualquer partícula de comida e placa para prevenir cárie nos dentes e gengivite (inflamação do tecido da gengiva). Como um bônus, ajuda a prevenir o mau hálito, uma vez que pode impedir que bactérias se formem nesses lugares difíceis de alcançar.

O fio dental é importante para manter a gengiva saudável e prevenir doenças periodontais. Sua saúde bucal está ligada a sua saúde física e não escovar ou passar fio dental nos dentes realmente pode te deixar suscetível a infecções.




Palavras-chaves: doença periodontal, gengiva inflamada, gengiva doente, tártaro, gengiva sangra, perda de dente, periodontia, periodontal Goiânia, retração gengival, recessão gengival, enxerto gengival, exposição de raiz
periodontia1



Periodontia é a parte que cuida de tudo que fica ao redor dos dentes tais como gengivas, osso e ligamento periodontal,que revestem e protegem os dentes. A prevenção e restabelecimento da saúde contra as doenças gengivite e periodontite e a melhoria da arquitetura dos tecidos em torno do dente são suas prioridades. 


A causa das doenças na gengiva é permanência de placa bacteriana (resíduos de comida) no começo, quando afeta apenas as gengivas a inflamação é conhecida como Gengivite. nos casos onde não e feito um tratamento adequado, a doença pode evoluir e chegar ate o osso que sustenta os dentes. Neste caso,a Periodontite e o nome do problema.
A doença periodontal é uma das maiores doenças bucais do Brasil.

TRATAMENTO

A Raspagem Periodontal ou Limpeza –somada a orientação de higiene bucal exclusiva e para cada pessoa são tratamentos frequentes contra Periodontia. Se não for feito um tratamento por um profissional, a periodontite pode fazer estragos irreparáveis como perda óssea, retrações, assimetrias gengivais e, em casos mais avançados, a perda de vários dentes.


Palavras-chaves: doença periodontal, gengiva inflamada, gengiva doente, tártaro, gengiva sangra, perda de dente, periodontia, periodontal Goiânia, retração gengival, recessão gengival, enxerto gengival, exposição de raiz






















O implante é composto por titânio, que é um material biocompatível, ou seja, não há rejeição, sendo além disso, muito resistente. O que pode ocorrer é o insucesso cirúrgico, ou seja, não formar osso ao redor do implante. Isso pode ocorrer por vários motivos, como por exemplo, pacientes fumantes, diabéticos ou até mesmo através de uma contaminação na hora da cirurgia. 

O período de osseointegração é o período em que o osso une-se ao titânio. O paciente não poderá forçar a zona com mastigação excessiva ou brusca durante essa fase, pois poderá resultar da incapacidade do organismo de detectar o titânio intra-ósseo, fruto dos seus factores bio-inertes.



Um implante realizado hoje em dia dentro das normas técnicas ideais, obedecendo todos os cuidados de avaliação preliminar do paciente, é algo feito para durar a vida toda. Porem, o cigarro pode ser um dos maiores inimigos do sucesso nesse tipo de procedimento.

Acontece que as substâncias tóxicas do cigarro causam vasoconstrição (diminuição do calibre dos vasos sanguíneos), dificultando a regeneração dos tecidos e, no caso dos implantes, podendo levar à não osseointegração da peça. Pois muitas das vezes, a abstenção do fumo durante o período de cicatrização acaba por não ser respeitada.

Por uma questão de saúde, de segurança e também de retorno do investimento a ser feito na instalação dos implantes dentários, é conveniente pensar num suporte terapêutico para controle da compulsão pelo cigarro antes da realização da cirurgia dentária.
Atualmente, a recomendação para o paciente fumante é de abstenção do cigarro por pelo menos oito semanas após a colocação do implante, sendo que a suspensão do hábito alguns dias ou mesmo semanas antes da realização da cirurgia também se mostra bastante conveniente.

PALAVRAS-CHAVES: implantes dentários Goiânia, implante de dente Goiânia, implante dentário, implante dentario, carga imediata Goiânia, implantes, dentários, prótese dentária, implantologia, implantação de dente, implantodontia, cirurgião dentista, protese fixa, implantodontista, osseointegração, protocolos cm implantes dentários, implante dentário com sedação, implante sob sedação, fumo atrapalha implante, implante e fumo nao combina




Como é feito o tratamento de implante dentário sob sedação?

Durante o tratamento com sedação o paciente dorme e não vivencia a cirurgia tendo alta no mesmo dia. A sedação é feita por um medico anestesiologista, com monitorização por computador digital com aparelho de pressão não invasivo, oximetria de pulso e eletrocardiograma continuo, o tratamento de implante associado à sedação não só traz grande conforto e segurança para o paciente, como também acelera a conclusão do trabalho.


PALAVRAS-CHAVES: implantes dentários Goiânia, implante de dente Goiânia, implante dentário, implante dentario, carga imediata Goiânia, implantes, dentários, prótese dentária, implantologia, implantação de dente, implantodontia, cirurgião dentista, protese fixa, implantodontista, osseointegração, protocolos cm implantes dentários, implante dentário com sedação, implante sob sedação




O que é implante dentário?

Implantes dentários são estruturas ou suportes de metal (normalmente de titânio) que são posicionadas cirurgicamente para substituir as raízes dos dentes no osso maxilar abaixo da gengiva, no qual permite ao dentista montar dentes substitutos sobre eles.

Quais são os fatores que contra indicam um implante dentário?

Pessoas com problemas cardíacos de alto risco, como próteses valvulares aórticas ou mitrais, cardiopatias congênitas ou com antecedentes de endocardite infecciosa. Os principais motivos de contra indicação é a colocação de implantes dentários em crianças antes da fase final de crescimento e pessoas que tenha uma expectativa acima do normal com resultados e estética.

Qual a taxa de sucesso dos implantes dentários?

Apenas pacientes fumantes ou que façam uso constante de álcool tem essas médias diminuídas para aproximadamente 85% de sucesso e 15% de insucesso. O índice de sucesso é de 98%, ou seja, em cada 100 poderemos ter problemas em dois. Mesmo nesses que pode ocorrer problemas, a cirurgia pode ser refeita.

Todas as pessoas podem fazer implantes dentários?

Em saúde as palavras todas, nenhuma, sempre e nunca não devem ser usadas. Algumas vezes o paciente não pode fazer o implante naquele momento ou não pode fazer por uma determinada condição, mas isso não impede que ele venha a poder fazer. O importante em relação ao paciente é que ele tenha um bom estado geral de saúde.

 

Pacientes que não tem osso podem receber implantes?

Podem, mas precisam de um trabalho anterior a colocação do implante ou até em conjunto com a colocação do implante. Se a necessidade for de uma quantidade pequena de osso, pode-se retirar da própria boca, da região do queixo ou do túber.

Dói colocar implantes?

Não, a colocação de implantes é muito tranqüila em relação à dor. A anestesia é local, exatamente a que se toma para fazer qualquer tratamento dentário. A única fase que poderia causar algum tipo de dor seria na hora de abrir a gengiva, mas hoje em dia nem isso fazemos muitas vezes. Quando chegamos no osso, a dor não ocorre pois o osso não tem inervação, então ele não dói. O pós-operatório é tranqüilo,recomendando analgésico,antibiótico, antiinflamatório e repouso apenas no dia da cirurgia. No dia seguinte o paciente já pode voltar as suas atividades de trabalho, com moderação.

PALAVRAS-CHAVES: implantes dentários Goiânia, implante de dente Goiânia, implante dentário, implante dentario, carga imediata Goiânia, implantes, dentários, prótese dentária, implantologia, implantação de dente, implantodontia, cirurgião dentista, protese fixa, implantodontista, osseointegração, protocolos cm implantes dentários







  • Enxertos ósseos alógenos: este enxerto é caracterizado por ser retirado da estrura óssea bovina, e que pode ser utilizado em conjunto com o tecido humano do paciente ou isoladamente. Como grande diferença relativamente aos enxertos ósseos citados a seguir, está o tempo de duração que pode ser superior em cerca de meio ano, da a sua plena integração ao corpo humano.
  • Enxertos ósseos indutores: este é o mais recente avanço nesta área da implantodontia/odontologia. Os investigadores da área recentemente conseguiram isolar aquela que é a principal proteína para a regeneração dos tecido ósseo humano, e os últimos avanços desta área da ciência estão a permitir regenerar esta componente do tecido humano, evitando assim o recurso às cirurgias de enxertos aqui mencionadas
  • Enxertos ósseo autógenos: este é o enxerto ósseo mais utilizado, é retirado do seu próprio organismo, e onde o material ósseo a ser colocado na zona onde o paciente vai receber o implante dentário, normalmente, da zona da bacia quando a cirurgia é de grandes dimensões, ou superiores da zona da mandíbula quando a intervenção é de reduzidas dimensões (um ou dois dentes apenas).  Isto acontece quando é necessário recorrer a outras zonas do corpo que não a mandíbula para retirar material ósseo, e está cirurgia é realizada em um hospital.
  • Enxertos ósseos homogéneos: este tipo de enxerto ósseo não é tão utilizado devido aos custos, mas é sem dúvida aquele que mais pacientes preferem fazer, e por vezes não o fazem devido ao facto de ter um preço mais elevado, pois são enxertos onde não é necessário retirar material ósseo do próprio paciente, pois o mesmo provém dos bancos de tecidos humanos, que processam este e outros tipos de material humano, tano para a odontologia como para outras áreas da medicina.