Um implante realizado hoje em dia dentro das normas técnicas ideais, obedecendo todos os cuidados de avaliação preliminar do paciente, é algo feito para durar a vida toda. Porem, o cigarro pode ser um dos maiores inimigos do sucesso nesse tipo de procedimento.

Acontece que as substâncias tóxicas do cigarro causam vasoconstrição (diminuição do calibre dos vasos sanguíneos), dificultando a regeneração dos tecidos e, no caso dos implantes, podendo levar à não osseointegração da peça. Pois muitas das vezes, a abstenção do fumo durante o período de cicatrização acaba por não ser respeitada.

Por uma questão de saúde, de segurança e também de retorno do investimento a ser feito na instalação dos implantes dentários, é conveniente pensar num suporte terapêutico para controle da compulsão pelo cigarro antes da realização da cirurgia dentária.
Atualmente, a recomendação para o paciente fumante é de abstenção do cigarro por pelo menos oito semanas após a colocação do implante, sendo que a suspensão do hábito alguns dias ou mesmo semanas antes da realização da cirurgia também se mostra bastante conveniente.

PALAVRAS-CHAVES: implantes dentários Goiânia, implante de dente Goiânia, implante dentário, implante dentario, carga imediata Goiânia, implantes, dentários, prótese dentária, implantologia, implantação de dente, implantodontia, cirurgião dentista, protese fixa, implantodontista, osseointegração, protocolos cm implantes dentários, implante dentário com sedação, implante sob sedação, fumo atrapalha implante, implante e fumo nao combina